Quem sou eu

Minha foto
advogado, sindicalista, locutor...

domingo, 17 de março de 2013

Artigo Jornal Tribuna 17.03.2013

Francisco, Fraternidade e Juventude


Já recuperada da inesperada renúncia de Bento XVI e empolgada pela eleição e primeiros atos do novo Papa Francisco, a igreja católica brasileira segue o período de quaresma meditando sobre o tema de 2013 “Fraternidade e Juventude”, que traz o lema “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8). Embora abandonadas por muitos, práticas como a oração, o jejum e a esmola continuam sendo indicadores da fé neste período de reflexão e maior proximidade com o Cristo.
            A juventude já foi tema de outra campanha da fraternidade em 1992, com o Lema "Juventude, caminho aberto", quando os jovens e as jovens eram convidados a assumirem seu papel protagonista na sociedade. Agora, segundo o documento base, a proposta é “olhar a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potencialidades; entendê-los e auxiliá-los neste contexto de profundo impacto cultural e de relações midiáticas; fazer-se solidária em seus sofrimentos e angústias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios desta mudança de época e com a exclusão social; reavivar-lhes o potencial de participação e transformação”.
            Existe, ainda, um claro convite de mobilização e acolhimento solidário para proporcionar à juventude espaços, projetos e políticas públicas que possam auxiliá-los a organizarem a própria vida a partir de escolhas fundamentais e de uma construção sólida do projeto pessoal.
            Na era digital, apresentar Jesus Cristo aos jovens e proporcionar um encontro pessoal capaz de gerar conversão e engajamento não parece tarefa das mais fáceis. Sensibilizá-los para uma vida em comunidade e de liderança exige uma grande mobilização. É justamente isto que ocorrerá na Jornada Mundial da Juventude a ser realizada no Rio de Janeiro nos dias 23 a 28 de julho.  
A juventude católica da região de Ribeirão Preto já está mobilizada, tanto que realizou no mês de janeiro um Flash Mob nas escadarias Catedral Metropolitana de São Sebastião e outro defronte o Pinguim, como forma de divulgação. Nos grupos várias atividades estão sendo realizadas tanto para a sensibilização sobre o importante evento quanto para captar recursos para o deslocamento, alimentação e hospedagem.
Daqui a quatro meses o Brasil receberá o primeiro Papa latino-americano e entre as várias manifestações, provavelmente Francisco repetirá o mesmo que escreveu em sua mensagem para a quaresma, há alguns dias, quando era o então cardeal Jorge Mario Bergoglio, da Arquidiocese de Buenos Aires: “Hoje somos novamente convidados a empreender um caminho Pascal para a vida, caminho (...) que será incômodo mas não estéril. Somos convidados a reconhecer que algo não vai bem em nós mesmos, na sociedade ou na Igreja, a mudar, a converter-nos". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário